sábado, 23 de julho de 2016

Diferença entre OLED, AMOLED, Super AMOLED, Retina e IPS

Ao pesquisar sobre tablets, especialmente sobre as telas, nos deparamos com vários termos, como: IPS, TFT, AMOLED etc. Mas você sabe, realmente, o que são? Cada tipo de tela tem suas características que as diferenciam da outra e é importante ficar atento na hora da compra, para que consiga escolher o dispositivo que atenda ao que deseja.

Entender como funcionam as telas, ajudará a decidir na compra de um dispositivos, alguns modelos oferecem características que podem ser o que você precisa, mas também podem existir algumas que não farão diferença, conhecer bem o aparelho vai possibilitar identificar estas funções.


Quanto a Sensibilidade

As telas touchscreem podem identificar o toque de várias maneiras, os principais tipos de sensor são as telas resistivas e as telas capacitivas

Tela Resistiva

Atualmente em menor uso, as telas resistivas, funcionam com duas camadas separadas milimetricamente, quando pressionada se encontram e através da mudança de corrente elétrica, identificam a posição na tela onde foi acionada. Por ter um funcionamento simples, são as mais baratas no mercado, mas possuem uma menor qualidade de imagem. A detecção de toques é menos precisa que a de outros tipos de tela, não suporta multi toques e é necessário a calibração do dispositivo. A tela pode ser danificada por objetos pontiagudos, mas é mais resistente a impactos, sendo mais indicado a tablets de crianças. Detecta o toque de qualquer material, seja o dedo, canetas etc. já que é preciso pressionar a tela.

Tela Capacitiva

Esse é o tipo de tela mais utilizado atualmente, tanto em tablets, quanto em smartphones. Funcionam com apenas uma camada, já que esse sistema detecta a posição do toque através da corrente que passa no dedo. Nas telas capacitivas é obrigatório o uso do dedo ou de uma caneta stylus apropriada, algumas telas funcionam com luvas. Detecta de forma bem mais precisa e não é necessário pressionar a tela. Poeira, manchas de gordura, suor ou gotículas de água prejudicam a detecção de toques. A tela ainda oferece o possibilidade de multi toques e possui uma melhor qualidade de imagem.

Telas de LED

LED vem do inglês Light Emitting Diode, que significa Diodo Emissor de Luz. As telas de LED foram as que deram início a essa nova tecnologia, a partir dela a qualidade das telas aumentou e aperfeiçoamentos surgiram, conheça os principais tipos de telas de LED:

OLED

OLED (Diodo Emissor de Luz Orgânico) possui uma camada que responde a pequenas correntes etétricas, com emissão de luz. Esse tipo de tela consome pouca eletricidade e um dos motivos é a não necessidade de energia para reproduzir o preto, o que aumenta a velocidade de transmissão. Apesar de ser uma boa tecnologia sua vida útil é menor dentre outros tipos e existe um problema de saturação das cores em tons de verde.

AMOLED

AMOLED (Matriz-Ativa de Diodo Orgânico Emissor de Luz) é uma evolução do OLED. Possui uma camada extra denominada TFT (Thin Film Transistor - Transistor de Película Fina), com ela é possível acionar individualmente qualquer pixel presente em toda tela. Essa nova camada corrige o problema de saturação e permite a alteração da ação e refração do brilho da tela.

Super AMOLED

O termo Super AMOLED foi criado pela a Samsung para diferenciar sua tela, mas na verdade é uma tela OLED da própria fabricante. Outra alteração que pode ser mencionada é o tamanho dos subpixels que podem influenciar nas cores e nitidez da imagem.

Tela Retina

Tela Retina foi conceito patenteado pela Apple, consiste em uma tela LCD com densidade suficiente para que o olho humano não enxergue os pixel a uma determinada distância. A Apple tem empregado esse conceito em seus aparelhos, como a visão humana só consegue distinguir até 286 ppi, em seus dispositivos são oferecidos 300 ppi.

Quantos dpi o olho humano enxerga? Entenda mais neste artigo.

IPS

As telas IPS (In-Plane Switching) é um tipo de tela TFT, é uma nova leitura da tecnologia LCD. Com a evolução foi possível que esse novo sistema aumentasse as taxas de atualização de até 240Hz, contra os 60Hz e ou 75Hz, encontrados nas LCDs antigas. Com isso o ângulo de visão foi aumentado para 178°, que antes era 160°. O curto tempo de resposta aumentou a qualidade da imagem, principalmente em movimentos rápidos.

Esses são os tipos de telas mais comuns encontrados em tablets. Com esse conhecimento será possível identificar quais tablets são mais tecnológicos e quais vão atender suas necessidades.

Leia mais sobre Telas:

Quantos dpi o olho humano enxerga?;
O que são e como calcular o PPI de uma tela;
Resolução Full HD, 4k, 8k: Como definir qual tela é melhor.

---

Espero que tenha ajudado a entender a diferença entre os tipos de telas. Qual o melhor tipo para você? Deixe nos comentários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário